6 dicas para fazer um bom vídeo de demonstração de produto

By 26 de julho de 2014 Não categorizado

FONTE: http://sambatech.com/blog/

demonstracao-06

Um vídeo de demonstração de produto é uma das melhores e mais eficazes ferramentas de marketing, mas exatamente por causa da força dessa mídia, também pode ser um desastre e virar piada nas redes sociais.

Para o post de hoje, vamos nos referir sempre ao mesmo (e ótimo) exemplo: o case da Crabby Wallet, um grande sucesso do Kickstarter. A meta de crowdfunding, de 10 mil dólares, foi ultrapassada em várias vezes e a arrecadação chegou a mais de trinta vezes o valor. Vamos aprender com ele.

Caia na real

A demonstração do produto tem antes de tudo de convencer a você mesmo. Copiar o formato daqueles vídeos dublados de propaganda americana, com seus sorrisos forçados e promessas incríveis, não dará certo (exceto talvez numa paródia muito bem-feita). Na hora de ler o texto, pode ser melhor saber os principais pontos e falar de forma natural do que seguir o roteiro à risca.

Observe no vídeo da Crabby Wallet como o criador, Ryan, está obviamente orgulhoso de sua criação, mas não a considera a oitava maravilha do mundo.

Você pode gostar: Como os vídeos online podem ajudar a alavancar o meu e-commerce? [White Paper Grátis]

Mantenha a coisa simples

Steve Jobs não vendeu milhões de iPods falando das especificações do hardware, de quantos gigabytes tinha a memória ou da portabilidade do produto. Ele tinha uma frase simples: “mil músicas no seu bolso”. Mantenha este objetivo: seu vídeo deve ser compreensível por um aluno de quinta série. Evite jargões e aproxime seu produto do cotidiano.

No vídeo da Crabby Wallet, uma pequena animação com um ratinho e um caranguejo mostra de forma bem didática o que é o produto: uma carteira bem fina para levar pouca coisa.

Seja breve

O super sucesso da Crabby Wallet foi conquistado com um vídeo de menos de três minutos.  Vídeos com essa duração estão entre os mais consumidos na internet. São fáceis de serem assistidos no celular entre uma tarefa e outra. Se sua mensagem é clara e está ligada ao cotidiano, não há razão para enrolar. Como se não bastasse, lembre-se que os comerciais de televisão têm quase todos 30 segundos.

Vale a leitura: Video e-commerce: uma poderosa ferramenta de conversão

Seja claro

Não “metralhe” um monte de informação antes de acabar o tempo do vídeo. Sua mensagem deve ser clara, e isto significa que seu vídeo de demonstração não pode ter mensagens demais.

Seja profissional

Todas as regras que valem para vídeos na internet de forma geral – seja de humor, uma aula, um treinamento – valem para as demos de produtos. O vídeo deve ter boa iluminação, ser gravado em 16 x 9 (não existe mais motivo para fazer em 4 x 3), ser editado em um bom programa e ter boas trilhas e vinhetas.

Seja honesto

Por último fica a regra mais importante. Se as pessoas já assistem a propagandas com um pé atrás, ficam ainda mais desconfiadas ao ver uma demo de produto. Ninguém achará que o que você oferece é perfeito. Manter uma atitude bem-humorada e não dourar a pilula são fundamentais não apenas para convencer novos consumidores, mas para garantir sua satisfação no longo prazo.