Um rio poderia contar sua história simplesmente dizendo: eu sou. Lembramos com recorrência que a água é o elemento gerador da vida, essencial, primordial, e insistimos que, apesar de chamarmos nosso planeta de “Terra”, é a água que define as fronteiras da vida. Mas – mesmo no universo das águas – é importante fazermos ainda outros recortes. Não foi às margens dos oceanos que a humanidade floresceu, mas às dos rios. A exposição Na outra margem: o Rio Paraíba do Sul conta a longa história de um desses rios que desenharam a cultura. A história? Não, digamos melhor: as histórias.

Realização: SESC Taubaté Produção: Conceito Humanidades Produção do Áudio: Jacarandá